23 de abr de 2009

Salve Jorge!

Hoje o dia foi do Ogro aqui. Acabo de tomar uma gelada lá em Quintino, diante da Igreja de São Jorge, ritual que pratico religiosamente há mais de quinze anos. Todo dia 23 de Abril, dia de São Jorge lá estou eu.
*
Quem não é do Rio não tem idéia de como fica a cidade. Pra começar que o dia de São Jorge é feriado oficialmente há alguns anos. E pode ser considerado o único feriado religioso digno de tal nome na cidade do Rio. É bastante comum que nos feriados de Corpus Christi ou da Semana Santa, os cariocas peguem a estrada, em direção à Região dos Lagos. O dia de São Jorge, ao contrário, é dia de igrejas lotadas e várias festas pela cidade toda.
*
Eu vou tradicionalmente à Igreja Matriz de Quintino, por duas razões afetivas. A primeira é que foi lá que eu pisei numa Igreja pela primeira vez, no tempo em que eu ainda era um moleque endiabrado que as catequistas tentavam consertar, sem conseguir. Além disso, o bairro de Quintino Bocaiúva, no subúrbio do Rio, é uma espécie de Jerusalém rubro-negra, terra onde nasceu o nosso salvador. Zico, astro maior da história do Flamengo, é nascido e criado no bairro, o que torna obrigatória para qualquer torcedor uma visita de peregrinação.
*
Como São Jorge, é padroeiro de várias escolas de samba, como o Império Serrano e a Mocidade Independente de Padre Miguel, são realizadas várias rodas de samba pela cidade toda. Em volta da Igreja, sempre tem barracas com comidas típicas, cerveja gelada e batucada da melhor qualidade. E, nunca é demais lembrar, pra a galera das religiões afro, São Jorge é Ogum, a quem se celebra com cerveja. Um motivo a mais pra mandar uma gelada pra dentro.
*
Tomara que o Santo Guerreiro ajude a trazer uma energia positiva pra toda a galera que visita e dá uma força aqui pro Ogro Online. Axé pra todos, e Salve Jorge!
*

16 comentários:

Dama de Cinzas disse...

Salve São Jorge, porque tb sou carioca!

Beijocas

MateusDka disse...

Rapaz! Agora vi vantagem, depois desse guia turístico...

Alan do Super Verdão do Oeste disse...

Fala Ogro. Quem me recomendou teu blog foi o Neanderthal do sul. Curti pra caralho! Acho extremamente engraçado como o povo reage as situações do cotidiano. E o pior é que muitos acham que os bizarros somos nós!

Francisco disse...

Salve Jorge!!
Pela importância do Cavaleiro Jorge, o feriado deveria ser estendido à todo o País.
Que ele nos livre dos "dragões" que atazanam a nossa vida todo o dia.
Um abração...e Amém!

Mulherzinha Sim! disse...

O feriado de São Jorge seria ótimo se as pessoas próximas a minha casa não achassem necessário soltar fogos, literalmente, a noite inteira. A partir de meia noite, acabou o sossego.

Bjo

Bertonie disse...

Hm
Eu num sou carioca nem católico apostólico romano, mas respeito e talzz.
Acho que apesar do Brasil ser um país cristão, é disso que o povo precisa; de fé. E o Brasil REALMENTE precisa de esperança.



abraços

M. disse...

Conheço de perto esse ritual. rsrs Cara, aquela fila para entrar na igreja é coisa de louco..um sufoco danado, velas queimando por tds as partes, o sol castigando..mas por São Jorge vale a pena. ;)

E domingo é nós pra cima do foguinho.

Bjosssssssssssss!!!

Mulher Objeto disse...

Não sou carioca, mas tenho o dragão dele mortinho, tatuado nas costas...

Já tava com saudades de visitar o ogro, mas é que a semana foi corrida mesmo!

disse...

Pra mim é mais um feriado.

Miss X disse...

Jorge é da Capadócia, salve Jorge!
Mto axé para vc tb Ogro!

Yussef disse...

Eu estive na igreja do centro do Rio e tava bem cheia.
Esse é um feriado muito especial.
O único ponto ruim foi falta de policiamento na área da Central.

Abraços

Luciano disse...

Salve Jorge.
Salve Ogro.
Saravá aos demais.

Sâmia disse...

Com todo o respeito, acho esse feriado o maior absurdo! Até onde eu sei, o "padroeiro" da cidade é S. Sebastião, e não há nada que justifique um feriado para S. Jorge.
E gosto sempre de lembrar que o político que o propôs já foi preso em rinha de galo, acusado de chefiar milícias na zona oeste, teve o mandato cassado, e foi expulso de seu próprio partido. Deve ser gente muito boa esse cara aí...

Mauro Sérgio disse...

Salve Jorge!

Da Silva disse...

Sâmia, meu amor, não crucifique uma boa idéia só por ela ter vindo de quem vem.

Nunca concordei com feriados religiosos, afinal o estado é laico, mas eu tenho que admitir que havia uma demanda social muito grande por esse feriado. Essa é uma data que, diferente das outras , o pessoal não trata como apenas mais um feriadão. As pessoas realmente vão às Igrejas em grande número.

Tente vir ao Rio nessa época ano que vem, hé um roteiro marvilhoso pra fazermos pela cidade.

Jean Baptiste disse...

Ogum com sua espada,
sua capa encarnada,
me dá sempre proteção

Quem vai pela boa estrada,
no fim dessa caminhada,
encontra em Deus perdão

Salve Jorge!