20 de out de 2009

Quem souber me explica

Pode crer, cinema é a maior diversão...
*
Cinema sempre foi um dos meus programas preferidos. Ainda mais agora em que eu já deixei pra trás a época das casas noturnas, espantado com os altos preços e com a violência imperante. Ver um filme, dependendo do cinema, ainda é um programa barato se comparado com algumas peças de teatro ou shows. E, se o preço, o tempo ou a distância não permitirem a ida ao cinema, sempre haverá a videolocadora.
*
A sétima arte, pra mim, tem duas funções básicas, e em função do meu estado de espírito na ocasião, eu busco uma ou outra. Resumindo, filmes servem pra duas coisas:
*
A primeira, como não poderia deixar de ser, é botar o tico e o teco para trabalhar. É quando eu procuro ver filmes que fazem pensar, que fazem refletir. Pode ser um documentário sobre algum grande tema da atualidade ou sobre a vida de algum grande artista. Pode ser um thriller político, um suspense com roteiro bem amarrado e com um final surpreendente, ou um filme alternativo com exercícios de estilo que dialoguem com outras formas de arte.
*
Nessa linha, eu gosto dos suspenses do Hitchcock, nos filmes politicamente inquietantes do Spike Lee e do Oliver Stone e de alguns filmes fora do grande circuito hollywoodiano. É impressionante como tem vindo coisas boas de alguns lugares inesperados, como do Irã, da Argentina. Sem falar no cinema nacional, de onde sempre surgem filmes bons, principalmente quando tratam da nossa realidade. Fora alguns documentários musicais excelentes como o Buena Vista Social Club e as cinebiografias de Cartola, Vinicius de Morais, Wilson Simonal.
*
A outra grande utilidade de qualquer filme é a extrema oposta: Meter o pé na jaca, com objetivo puro e simples de divertir. Pra isso valem todos os filmes de Ogro em geral, a começar pelos filmes de ação que eu vi a minha infância inteira, como todos os Rockys, Rambos e Duros de Matar. Sem falar nos épicos, com aquelas batalhas campais enormes e cheias de figurantes, e nos clássicos, como os de gângster e os de faroeste.
*
Aqueles das antigas, como O poderoso Chefão, os Intocáveis e Scarface. Eu também gosto dos filmes de ação absolutamente inverossímeis do John Woo (MI-2, A Outra Face) e de adaptações de heróis de quadrinhos. Gosto de todos os filmes do Quentin Tarantino e do Clint Eastwood Além, de comédias, principalmente as mais sem noção, como Borat e as do Monty Python.
*
Tem alguns poucos filmes que aliam as duas coisas, como os documentários do Michael Moore, os clássicos do Charles Chaplin e alguns poucos filmes de ação, como V de Vingança, mas é raro.
*
Fica combinado assim: Filme é com conteúdo pra fazer pensar ou com sangue e bagaceira pra se divertir.
*
Assim, alguém me explica, pelamordedeus, por que cargas d’água as mulheres (com as devidas exceções, evidentemente) gostam tanto de filmes que não fazem uma coisa nem outra, como as malfadadas comédias românticas? Dos filmes da Meg Ryan ao Sex and the City, são horas de discussão de relação, fala sério. Não satisfeitas em criar fantasmas e traumas para os próprios relacionamentos, elas ainda têm que assistir filmes em que outras mulheres fazem isso? Quem tiver uma boa resposta, eu passo a palavra.
*

18 comentários:

Dama de Cinzas disse...

Por isso que eu digo, a gente fala a mesma língua... ahahahah

Eu amo ver filmes, estou sempre baixando um monte, adoro ir ao cinema, mas tb gosto muito de assistir em casa, porque tenho prazer em ficar parando o filme pra pegar um cafezinho... ehehe...

Odeeeeeio comédias românticas, posso contar nos dedos algumas que consegui assistir. Tem uns filmes que seguem meio que o estilo comédia romântica, mas acaba tudo mal com o casal no fim, um morre, ou os dois se separam, esse estilo até consigo assistir, porque foge ao estilo amor romântico pra sempre...

Sinceramente acho que as mulher que se liga nesse tipo de filme, faze um mal pra sua vida amorosa real. São histórias muito irreais, que fazem a mulher sonhar com algo que tem pouca ou nenhuma chance de acontecer...

Enfim... Acho que as mulheres gostam de se iludir com comédias românticas, porque esse estilo de filme sempre mostra homens longes da realidade e perto do sonho romântico feminino...

Beijocas

disse...

Gosto não se discuti né cara? rs
Eu gosto de sex and the city sim. Tanto a série como o filme. E gosto pelas roupas e pelos sapatos tbm. Sim, eu olho essas coisas. rs
Mas pra mim, filmes para distrair mesmo são os de animação, comédia e aqueles filmes bem adolescentizinhos. Sério, eu morro de dar risada.
Gosto tbm de filmes de terror, mas não tenho assistido muito recentemente.
Tenho passado a gostar de filmes de ação e os épicos tem sempre um lugar no meu coração.
Agora o que eu acho bem boring são aqueles draaaaaaamas. Ah eu durmo viu.
Enfim. Beijos.

[ Dk ] Mateus disse...

Retirado do blog "Diva Diz":

"É difícil encontrar mulher que resista a uma boa comédia romântica. Os filmes são sempre meio parecidos: moça conhece rapaz em circunstâncias estranhas, eles são obrigados a conviver, se odeiam, mas no final descobrem que se amam e são felizes para sempre. Um deles sempre tem um amigo engraçado para proporcionar o alívio cômico necessário à trama, e sempre tem uma cena no aeroporto ou no meio do trânsito, onde ocorre a fatídica declaração de amor e o tão esperado beijo. Mas não importa. Por mais que eu saiba exatamente o que me espera no cinema, não deixo de me entregar a essas duas horas de divertimento descerebrado, e saio da sala jurando que vou tropeçar no amor da minha vida."

Acho que esse troço, combinado com o estrogênio, deve liberar endorfina! Tipo o chocolate durante o período menstrual! Ou o efeito similar de se misturar testosterona com o ato de ver seu time vencendo em disputadíssimo jogo de futebol.

Sei lá... talvez Freud explique! o.O

Abraço

Desabafando disse...

ahahaha....gostei muito do que vc escreveu...mas confesso que eu gosto de assistir algumas comédias românticas...o porque? Eu não saberia explicar!

Luna disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Luna disse...

Então meu caro, Sex in the City é só pra encher os olhos com o figurino perfeito.rs.

E comédia romântica é só pra ver o finalzinho feliz depois de toda obviedade do filme.Não acho que me faça mal, quando acaba eu sempre digo: só em filme mesmo, e acabo dando uma risada.

Mas você tá corretissimo, os melhores filmes são os que divertem ou com conteudo.

Minha trilogia favorita é o Poderoso Chefão, e tenho uma lista dos meus 50 melhores filmes, rs, pq não consigo fazer uma menor que essa.rs.

Das adaptações o ultimo que vi foi o comandos em ação. muuito bom.

e já que vc não curte as baladas norturnas, se ainda não tiver visto[que eu acredito que tenha visto], mas vai a dica dos meus melhores filme de 2009:
- Quem quer ser milionário
- Milk [com Sean Pean]
- Dúvida [com Mery Streep]
- X-Man - Wolwerine
- Bastardos Inglórios [Tarantino]
- Gamer [com Clive Owen]
- Inimigos Publicos [com o Johny Deep]
- Gran Torino [com Clint Eastwood]
- A Troca [com a Angelina Jolie]
- As crônicas de Siperwick
- Ele Não Está Tão A Fim de Você [claro,rs]
- Se beber, não case!
- Sim, Senhor! [com o Jim Carrey]
- O Leitor [com a Kate Wisnlet]
- A Verdade nua e Crua [com Gerad Butler] claro, rs.

Se tiver visto todos esses, bate aqui, que você é dos meus!

o/


[quando o assunto é filme, eu me empolgo,rs]

Beijos imensos, Da Silva!

Quem é tua Dona? disse...

Oi.. eu nao sei te explicar nao, mas eu gosto desse tipo de filme, hahaha
e vou te falar, eles acabam "cáminharaçca"

Ahh, mas eu tbm gosto dos outros generos, de verdade!
(porno tbm hihihi)

:D


bjos da Dona Sophia!

♥ Driii ♥ disse...

Por pura identificação, Ogro.
Simples assim.

;-)

Estava Perdida no Mar disse...

EU sabia q ia vir uma critica sobre o gosto feminino. Ah, fala serio...se não fossem nossas neuroses não seriamos tão vulneraveis as palhaçadas q vcs fazem para nos conquistar

Elisa no blog disse...

Respondendo:
Quando vi "O Resgate do Soldado Ryan" fiquei uns 3 dias deprimida e a tristeza não passava. Por isso decidi: não vejo mais filme de guerra. Prefiro filminhos de Meg Ryan.
bj

Mauro Sérgio disse...

Quando eu vi "Mensagem pra você" fiquei uns 3 dias deprimido de tão ruim que o filme era. Aí fui ver o resgate do soldado Ryan.

Maris Morgenstern disse...

simples, pq também precisamos de bagaceira pra desestressar.
e assim como os homens veem filme de sangue pq nos tempos modernos eles nao vao mais a guerra, nós vemos filmes romanticos, pq bom... nao há romance no mundo mais.

Mãeteiga Derretida disse...

Olá, caro Ogro! Adoro seu blog, e sempre que posso dou uma passeada por aqui... E OPA! Concordo com o comentário de Maris Morgenstern: a gente assiste estes filminhos para desestressar, pra ter um pouco de romance (já que depois de 2 anos de relacionamento e um filho no pacote, é quase impossível!). Mas eu juro que não acredito nos carinhas bonzinhos e perfeitinhos, tá?!! rs
Grande beijo!

Jean Baptiste disse...

Se botar no papel, dos dez melhores filmes que eu vi recentemente, uns seis ou sete são nacionais.

Paulo Bono disse...

Poderoso Chefão. O melhor filme já feito até hoje. mas cinema tá caro.

abraço, ogro

J. Bertonie disse...

Legal mesmo para fazer refletir são aqueles filmes baseados em obras literárias. Tipo, Blindness, filme canadense-brasileiro baseado na obra do gênio nobel Saramago, ou Dom, baseado na obra de Machado (:

Aninha Leme disse...

eu adoro polêmicas sobre relacionamentos homem x mulheres.
no final, mesmo que você não goste, vc já viveu isso tudo de alguma forma.
Eu gosto porque normalmente dou risada das cagadas que as pessoas fazem, tanto homens quanto mulheres.
Gosto de comédia também, mas não gosto de filmes toscos tipo O Albergue.
acho um lixo!

besossssssssssss

Poderosa Ponto Com disse...

Muito difícil de responder sua pergunta porque eu amo os filmes do Michael Moore e já assistí três vezes todos os episódios de sex and the city...kkkkk
"Fica combinado assim: Filme é com conteúdo pra fazer pensar ou com sangue e bagaceira pra se divertir."adorei!