29 de ago de 2009

Deus abençoe essa bagunça

Melhor chamar uma equipe de resgate pra achar o Da Silva aí no meio...
*
Dessa, não deu pra escapar. Já estava eu rascunhando uma pequena lista de compras (pequena mesmo, só tinha cerveja e uma peça de carne) com os itens necessários pra queimar uma carne no meu grill genérico (pela pechincha que custou, deve ser do Maguila, não do George Foreman), quando a patroa apitou e parou a jogada. Sutilmente, eu fui lembrado de uma promessa, feita alguns dias atrás, de dar uma faxina no quarto do computador, uma espécie de escritório que mantemos aqui no cafofo.
*
Eu não faço o gênero maridão sentado na poltrona com o pé em cima do móvel assistindo o futebol esperando a mulher trazer mais uma cerveja, longe disso. Costumo dar uma mão boa na hora de botar ordem no pântano, chegando até a contribuir com meus talentos na cozinha, bem acima da média masculina. Tudo bem que minha especialidade é comida de Ogro: Rabada, Feijoada, Churrasco e por aí vai. Não sei fazer nenhum foie Grass com Sauté de Alcachofras, mas fome eu não passo.
*
Eu não me incomodo de ajudar com tarefas domésticas, mas eu e a patroa temos uma sensível diferença no grau de tolerância com a bagunça, o que leva nos leva a algumas DRs que, embora sejam devidamente contornadas, enchem o saco. Tanto eu quanto ela achamos que não se deve deixar casa bagunçada, o único problema é o que cada um entende como sendo uma casa bagunçada.
*
Ela não gosta de ver coisas espalhadas pela casa, principalmente aquelas que eu sou especialista em deixar por aí, como livros, jornais e materiais da faculdade. Pra mim, bem, a casa só vai estar bagunçada quando as coisas espalhadas não me deixarem entrar.
*
As negociações sobre o grau de bagunça tolerável continuam. Já aceitei guardar o material de estudo, mas o livro do Elio Gaspari que eu ainda não terminei de reler tem que ficar à mão. Ela é uma negociadora dura, mas a gente vai se entendendo.
*
*******
*
Quer saber? Esses probleminhas por causa da arrumação da casa são fichinha. Coisas bobas. Como diz o meu pai, isso aí sai na urina. Nesse exato momento em que eu teclo aqui, o casal do apartamento de cima está brigando com troca de ofensas pesadas, acusações de infidelidade, palavrões e sons de objetos quebrando.
*
Sei não, acho que em algum momento, neguinho tem que perceber que tem alguma coisa errada com o relacionamento. Que fique bem claro, algum momento antes desse que eu estou ouvindo aqui em cima. Agora acabou de fazer um barulho parecido com o prato de uma bateria, talvez seja alguém jogando uma baixela, ou uma bandeja.
*
Já ouvi dizer que muitos casais resolvem seus problemas no quarto. Não sei. Acho que pode ser uma boa mas, se não for no quarto, que ao menos seja na sala, onde não há tantos objetos quebradiços ou cortantes. Definitivamente, não se deve discutir a relação na cozinha. Pensem nisso enquanto eu ligo pro síndico. Ou pra polícia.
*

16 comentários:

Dama de Cinzas disse...

Por essas e tantas outras que estou curtindo bem a minha vida de solteira... rs

Estou esperando seu email.. rs

Beijocas

Bertonie disse...

Uma cama de casal num quarto de casal resolve quaisquer problemas de qualquer casal ._. ithink
HAHA' Nossa, que escritório com a arrumação from hell, Ogro. Tua patroa tava certa na velocidade 7.
abraços

Maris Morgenstern disse...

hummm, fiquei com oito tipos de curiosidade agora...
e ai?
deu morte, tiro, despejo ou divorcio no apartamento de cimaaaa?

Prix disse...

O problema de arrumar essa bagunça é conseguir achar as coisas depois.. é tão mais fácil quando temos tudo espalhado ao alcance das mãos.. hehe

Até!
=]

Mauro Sérgio disse...

Aqui no prédio tem um casal assim, com o agravante de que o síndico sou eu!!!!!!!

Desabafando disse...

eu hein....sabe que tenho uma vizinha muito parecida? Detalhe é que não moro em prédio, a casa dela é a segunda do lado e mesmo assim às vezes escuto um gritos de "não vale o que come"...."seu fdp".....esse fim de semana mesmo foi assim....

Ah, e quero saber se afinal vc arrumou sua bagunça? Ah, e pela foto tá sim um pouquinho bagunçado né? rsrsrsrs...

Quem dançou com ela? disse...

mas agente sempre se acha na nossa bagunça né?

E acho que casal tem que resolver seus problemas na sala, no quarto traz energia ruim. É bom deixar o quarto só pra quando fizer as pazes. rss

Os vizinhos aqui do meu lado, tambem se xingam, se acusam, gritam, e se batem. Chamar a policia pra que? Se depois vejo os dois abraçadinhos no maior love. hahaha

é aquela velha historia: vocês que são brancos, que se entendam.

Beijos!Boa semana!!!

Monique Lôbo disse...

Oi Da Silva,
So vc pra me fazir rir no domingo a noite!
Primeiro, que bagunça eh essa, ta pior do que eu! E olha que eu tenho uma alta tolerancia a bagunça, meu armario so eh arrumado depois que eu abro as portas e sou soterrada pelas tralhas (e olha que isso ja aconteceu duas vezes!), mas vc me venceu! kkkkkkkkkkkk!! Entao eu apoio a patroa, vai logo dar um jeito nessa bagunça rapaz!

Sim, os vizinhos...uiahsuishuiah...olha os meus vizinhos de cima brigam direto e eh tipo quebra pau! E olha que eles normalmente sao tao quietinhos, quando nos encontramos no play, ou nas escadas eles sao tao calmos, ela tao doce, eh baixinha e vive sorrindo, ele eh mais serio mas fala tao baixo, porem quando entram no ape da discordia o bicho pega, gritos, ofensas, e barulhos, muitos barulhos!! Hare baba! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk! Boa sorte com os seus vizinhos, porque os meus estao viajando!!!! Brigando em outra freguesia!! kkk!!

P.S.:Desculpa a falta de acento mas meu teclado ta pirado!

[ Dk ] Mateus disse...

E ae chefe?! Eu também tenho um probleminha sério com minha noção de "bagunça". Moro numa república, sou prestativo dentro de casa, cozinho (bem acima da média também, com direito à "foie Grass" rss), mas a bagunça...

Aqui, costumo negociar: cozinho e lavo, mas eles arrumam.

Sobre vizinhos... nem tenho do que reclamar. Não há brigas, só festa e bebedeira, e na maioria das vezes somos convidados! ^^ Isso quando não acontece aqui mesmo...

Abrax man!

Pedro A. R. disse...

Nossa bagunça é o nosso universo. Sabemos sempre nos localizar ali, e ali dentro a gente que sabe mandar.
Mas eu estou precisando de um pouco de iniciativa pra arrumar a minha!
Estou de volta, vivo e recuperado..
Obrigado pela lembrança!

Grande abraço!

anareis disse...

Querido(a) novo(a) amigo(a),estou precisando muito da ajuda de todos os amigos. estou montando uma minibiblioteca comunitária pra crianças e adolescentes na minha comunidade carente aqui no Rio de Janeiro,se voce puder me ajudar estou fazendo uma campanha de doações. pode doar qualquer quantia no Banco do Brasil agencia 3082-1 conta 9.799-3, ou pode doar livros ,ou pode doar máquina de costura, ou pode doar retalhos, ou pode doar computador usado. se quizer fazer aguma doação entre em contato com meu email: asilvareis10@gmail.com ,eu darei o endereço de remessa. se voce não puder me ajudar com doações pode divulgar minha campanha, tenho 2 blogs no google gostaria da sua visita: Eulucinha.blogspot.com ,obrigado pela sua atenção.

Diego Borges disse...

Ainda bem que não teve tiro rsrrsrsr
Mas é bom não confiar. Gostei do seu blog, to te seguindo.
Falowwwwwwww :)

Aninha Leme disse...

Ogrinhoooooooo
que saudadessssssssssssssssss
poxa, estou colocando minha vida bloguística em ordem agora e estou vendo seus posts antigos.
Olha, vc como marido está muito de parabéns. É assim que se fala!
um dia eu quero ter um assim!

com relação aos seus vizinhos, pelamorrrrrrrrrrrr
conta pra gente o que aconteceu depoissssssssssssssss

beijos

Cruela Veneno da Silva disse...

isso é real?

*** Cris *** disse...

Oi,td bem?
Sabe,às vezes uma baguncinha não faz mal para ninguém...rs.
Bjs!

Mulherzinha Sim! disse...

Se eu fosse sua esposa, já teria elouquecido com esse quarto do computador... O menos mal é que você é que colocaria orderm na bagunça.